O investimento em energia solar para empresas está crescendo em todo o mundo, e isso não é uma coincidência: essa fonte de energia pode trazer muitos benefícios para as empresas, além de reduzir os custos e melhorar a rentabilidade da instituição.

Por isso, cada vez mais empresários e gestores estão buscando pela energia solar como uma alternativa para o dia a dia das instituições: através de uma fonte de energia natural, renovável e gratuita, é possível construir um negócio mais sustentável, rentável e econômico.

Quer saber mais sobre o que é, como funciona e quais são os benefícios da energia solar para empresas? Continue a leitura.

O que é energia solar?

A energia solar, como o próprio nome diz, consiste em um processo de geração de energia através de raios solares.

Existem três tipos de tecnologia capazes de gerar energia solar:

  • o aquecimento solar;
  • a energia heliotérmica;
  • a energia solar fotovoltaica, que hoje é a forma mais comum utilizada em todo o mundo.

Para qualquer que seja a tecnologia utilizada, a energia solar para empresas é um dos investimentos mais interessantes feitos pelas intituições, uma vez que, além de se tratar de uma energia limpa, renovável e sustentável, também representa uma boa economia na conta de luz dos estabelecimentos.

Os benefícios da energia solar para empresas

A energia solar para empresas trás vários tipos de benefícios, mas três realmente se destacam entre os demais:

  • a redução de custos, através de uma boa economia na conta de luz da instituição;
  • o excelente custo benefício do processo de instalação e usufruto do sistema de energia solar;
  • a sustentabilidade, capaz de reduzir os impactos da empresa e tornando-a uma instituição com responsabilidade ambiental.

1. Redução de custos

O primeiro grande benefício, e talvez um dos mais atrativos para as empresas é a redução de custos.

A energia solar é uma energia proveniente de uma fonte natural e gratuita, o que significa que o seu custo de produção é muito menor do que se comparado, por exemplo, a uma energia elétrica advinda de uma usina hidrelétrica.

Por ser uma fonte de energia gratuita, é comum que a redução no valor da conta de luz seja de pelo menos 95%.

Os únicos custos que realmente envolverão o processo de energia solar é a instalação do sistema de energia fotovoltaica e sua limpeza periódica, mas esse processo possui um excelente custo benefício que explicaremos a seguir.

2. Excelente custo benefício

A instalação do sistema de energia solar em uma empresa irá, sem dúvidas, trazer um gasto para a instituição.

No entanto, com a redução de pelo menos 95% da conta de luz para essa empresa, é natural que o investimento realizado na instalação da energia solar se pague em pouco tempo.

Com o passar do tempo, quando o valor desse investimento for quitado, a economia começa de fato: contas de luz com pelo menos 95% de desconto e um negócio muito mais rentável e sustentável.

3. Sustentabilidade

Sem dúvidas, quando pensamos em energia solar pensamos também em sustentabilidade.

Essa associação natural entre esses dois conceitos acontece porque a energia solar é considerada uma energia limpa, proveniente de um processo natural e que não gera nenhum tipo de gás causador do efeito estufa ou resíduos poluentes.

Por ser um processo natural, a energia solar exige apenas a radiação do sol para ser constituída, o que reduz consideravelmente o seu impacto negativo no meio ambiente.

Como contratar energia solar para empresas?

Para começar a gerar energia solar dentro das empresas e comércios, é preciso instalar um sistema fotovoltaico no estabelecimento.

Esse sistema será reponsável por captar os raios solares e transformá-los em energia elétrica utilizável.

O processo possui quatro passos básicos, necessários para o bom funcionamento do sistema de energia solar e a geração de energia:

  1. Para começar a gerar energia solar na empresa, é preciso instalar o sistema de energia fotovoltaica, que consiste em placas solares instaladas, preferencialmente, nos telhados ou regiões em que a captação de luz solar seja constante.
  2. Os raios solares captados pelas placas serão enviados para o inversor fotovoltaico, equipamento responsável por converter esses raios em energia elétrica utilizável no nosso dia a dia.
  3. Após a realização da conversão pelo inversor, a energia será injetada no quadro geral e distribuída, assim, por toda a empresa, para que os equipamentos que exigem energia elétrica para seu funcionamento consigam usufruir dessa nova fonte de energia.
  4. Toda a energia que for excedente, ou seja, gerada e não consumida, será injetada pelo inversor na rede elétrica da distribuidora. Dessa forma, o sistema funciona também como uma bateria, capaz de armazenar a energia gerada excedente para ser utilizada posteriormente (principalmente a noite, quando não há produção de energia solar).

A regulamentação da energia solar

É importante pontuar que a energia solar foi regulamentada pela Aneel.

Em 2012, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), estabeleceu, através da Resolução Normativa 482, todas as regras para a coneção de minigeradores à rede elétrica, o que inclui a geração de energia solar.

Nesse processo, também foi criado o sistema de compensação de energia elétrica, que permite que as distribuidoras compensem os proprietários dos sistemas por toda a energia excedente que está sendo injetada na rede.

Dessa forma, sempre que sobra energia gerada pelo sistema de energia solar fotovoltaica, esse excedente será transformado em “créditos” para a empresa e, ao final de cada mês, esses créditos serão utilizados para abater o consumo de energia da empresa, principalmente no que diz respeito ao uso noturno, quando não há produção de energia solar pelos sistemas.

O grande benefício desse processo é, de fato, a redução considerável do custo das contas de luz da empresa, que poderão ser reduzidas mensalmente, conforme uso e produção de energia solar pelo sistema fotovoltaico.

Investir em energia solar para empresas é um caminho cada vez mais comum, e que está se popularizando devido aos excelentes benefícios dessa prática.

É através de um sistema fotovoltaico que você poderá não só reduzir a sua conta de luz, como conquistar créditos para usar a energia sempre que a produção solar estiver baixa, como em dias mais nublados ou durante a noite.

Apesar de exigir, de fato, um investimento para dar início a esse processo, a energia solar tende a ser uma alternativa mais rentável: com uma economia de no mínimo 95% na conta de luz, o investimento se paga em pouco tempo, resultando em um aumento real da rentabilidade e da economia da instituição.

Para começar a usufruir da energia solar para empresas, é preciso contar com um parceiro de confiança para fazer todo o processo.

Conheça a Teccel e descubra como podemos te ajudar.

Pronto para um atendimento de ponta?

Realize agora a simulação do SEU projeto de Energia Solar

OBTER ORÇAMENTO
(083) 9324-0200

Continue Lendo

Fique por dentro de nossos conteúdos!

Cadastre-se em nossa Newsletter para receber as novidades sobre energias renováveis em seu e-mail

Obrigado pela sua mensagem. Já foi enviada.
Ocorreu um erro ao tentar enviar sua mensagem. Por favor, tente novamente mais tarde.