Recentemente um cliente da capital do ramo farmacêutico entrou em contato com a Teccel Energia Solar. Muito interessado em produzir sua própria energia, e já durante a apresentação da melhor solução, surgiu a possibilidade de instalar a usina nas terras da família em Cajazeiras/PB. Após fazer os devidos levantamentos foram analisados os pontos positivos e negativos para esse sistema.
Sabe-se que a energia solar sobressai devido ao fato que ela não polui o ambiente durante seu uso. Um bem duradouro que traz retorno imediato, a manutenção é mínima, não é preciso geradores para se produzir eletricidade e pode valorizar ainda mais o imóvel.
A produção de energia solar é pouco eficaz em regiões de latitudes médias e altas devido ao menor fator solar e durante a noite a produção é baixa. O primeiro passo é comparar esses fatores energéticos solares em João Pessoa atualmente 5,54 enquanto que em Cajazeiras é de 6,04 e, com apenas esse indicador se traduz aonde encontramos o melhor aproveitamento do sistema, além do payback ser mais rápido.
Nessa situação houve a necessidade de aumentar a potência do sistema em 5kWp para atender ao requisito do cliente estando na capital paraibana, o que implica em mais investimento. O ganho dessa instalação ao comparamos as duas cidades é de 934,8kWh/mês levando em consideração um sistema do mesmo porte com a mesma potência instalada, ou seja, a capital gera mensalmente 9% a menos em relação ao alto sertão paraibano.
Outros custos analisados que precisaram ser levados em consideração, além dos custos de instalação, foram: deslocamento, frete e alimentação do sistema. Por exemplo, é custoso instalar no telhado do empreendimento e futuramente ser necessário transferi-lo por motivos de reforma/expansão ou pela construção de algum outro prédio maior nas proximidades que esteja gerando sombreamento no sistema.
Partindo desses pontos iniciais pode ser considerado de maneira preliminar na primeira visita para conclusão desse estudo e uma melhor viabilidade técnica seria necessário:

  • Se certificar que o sistema caberia no telhado do empreendimento;
  • Verificar as condições das estruturas do telhado;
  • Verificar as condições das instalações elétricas, estrutura da rede e etc.

Em virtude do que foi apresentado, conclui-se que é bastante viável as instalações de um sistema de produção própria com consumo remoto no sertão da Paraíba. Isso tem se tornado uma tendência. Afinal alguns empreendimentos na capital já têm sua geração em outras cidades juntamente com a Energisa Paraíba para a concessão e, através do autoconsumo remoto se beneficiando da geração.

Pronto para um atendimento de ponta?

Realize agora a simulação do SEU projeto de Energia Solar

OBTER ORÇAMENTO
(083) 9324-0200

Continue Lendo

Fique por dentro de nossos conteúdos!

Cadastre-se em nossa Newsletter para receber as novidades sobre energias renováveis em seu e-mail

Obrigado pela sua mensagem. Já foi enviada.
Ocorreu um erro ao tentar enviar sua mensagem. Por favor, tente novamente mais tarde.