Nos últimos anos, a expansão da energia solar alcançou seus melhores resultados históricos. Cada vez mais empresas criam sistemas de captação para economizar, valorizar os negócios e diminuir seu impacto ambiental.

Os benefícios da energia fotovoltaica também estão ganhando as residências, que buscam economia e sustentabilidade. Além disso, com a tendência das famílias passarem mais tempo em casa, há uma necessidade ainda maior de medidas que ajudem a diminuir os gastos com a conta de energia, como a implementação da energia solar.

Para demonstrar esse avanço, trouxemos algumas informações interessantes para os nossos leitores!

A evolução da energia solar no Brasil

A geração distribuída, que está relacionada à geração de energia em pequena escala perto do local consumidor, chegou a 3GW no Brasil, segundo pesquisa publicada em maio de 2020 pela ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

E o ponto alto é que a energia solar corresponde a 99,8% desse montante, o que mostra o crescimento dessa forma de energia renovável.

Outro ponto importante é que o número de residências e empresas que contam com a energia fotovoltaica já chegou a 300 mil! E esse ainda é um mercado com grande espaço para crescimento e desenvolvimento: O último Plano Decenal de Expansão de Energia, de 2019, estima um aumento de quatro vezes da capacidade de geração de sistemas solares até 2029.

As empresas foram as maiores propulsoras desse avanço. Pequenas, médias e grandes companhias perceberam uma grande vantagem em adotar os sistemas de energia solar. Devido ao alto preço da eletricidade fornecida pelas distribuidoras, investir nos sistemas fotovoltaicos diminui custos, aumentando a rentabilidade dos negócios.

Outro ponto importante a citar é mais uma recente pesquisa da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) com a ABSOLAR que aponta que entre 2012 e 2019, o setor solar fotovoltaico gerou mais de 130 mil empregos, dado que mostra esse crescimento exponencial.

O que o crescimento no setor proporciona a empresas?

Com o crescimento do setor, as placas solares e instalação dos sistemas estão cada vez mais acessíveis. Assim, essa tecnologia se torna mais barata e mais rapidamente o investimento feito se paga e ajuda a reduzir custos. Por isso, os sistemas solares vêm se tornando cada vez mais populares. 

Além da economia, outros fatores estratégicos incentivam mais empresas e residências a investir na energia solar. Entre eles, destacamos que imóveis com instalações de sistemas fotovoltaicos se valorizam mais.

A questão da sustentabilidade tem influência sobre essa valorização, já que as fontes renováveis devem substituir as matrizes poluentes nos próximos anos. Outra vantagem que não se deve subestimar é a melhoria da imagem para a empresa. Investir em sustentabilidade é sempre algo positivo, podendo trazer mais atenção de investidores e parceiros.

Veja também: Quer economizar na conta de luz? Um projeto de energia solar é a solução

A energia solar em residências

A instalação de sistemas solares em residências do Brasil também cresceu nos últimos anos, como citado nos dados da ABSOLAR acima.

Considerando o cenário a longo prazo, o investimento de instalar energia solar em residências compensa muito.

Primeiramente, existem os sistemas de aquecimento que são mais baratos e podem ser usados para aquecer água encanada e ambientes internos.

Já os sistemas fotovoltaicos são mais caros, mas geram energia para iluminação, eletrodomésticos e equipamentos e fazem muita diferença na conta de luz, principalmente em um período de isolamento social, quando muitos estão em casa, a economia com a energia advinda da instalação de placas fotovoltaicas é significativa.

Outra vantagem é que as peças dos sistemas têm alta durabilidade e não demandam muita manutenção. Com os devidos cuidados, a vida média de uma placa solar é de 25 anos. Com todo esse tempo de uso, certamente a placa gera energia suficiente para que o sistema se pague e ajude a economizar muito.

Kits de energia solar

Existem kits de energia solar para diferentes tipos de instalações. Além dos kits tradicionais, utilizados para gerar eletricidade em empresas e residências, existem alguns próprios para o bombeamento de água, irrigação, iluminação e outras variações. Porém, eles são todos baseados nos mesmos componentes dos kits tradicionais.

Basicamente, o kit é composto por cinco partes. São elas: os painéis fotovoltaicos, as estruturas de fixação, os cabos conectores, a string box e os inversores.

Os painéis, fixados em telhados ou em outra superfície pelas estruturas, são responsáveis pela captação de radiação solar. Os inversores transformam a energia da radiação em eletricidade, que é levada pelos cabos conectores até a string box. Esse componente, por fim, é o responsável pela conexão do sistema à rede elétrica do imóvel. 

Você acha que sua empresa, ou até mesmo sua casa, pode economizar na conta de luz com a energia solar? Então compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais e ajude seus colegas e família a se informarem sobre o assunto!

Pronto para um atendimento de ponta?

Realize agora a simulação do SEU projeto de Energia Solar

OBTER ORÇAMENTO
(083) 9324-0200

Continue Lendo

Fique por dentro de nossos conteúdos!

Cadastre-se em nossa Newsletter para receber as novidades sobre energias renováveis em seu e-mail

Obrigado pela sua mensagem. Já foi enviada.
Ocorreu um erro ao tentar enviar sua mensagem. Por favor, tente novamente mais tarde.